Parque Nacional Sete Cidades - Piauí

O que Fazer


Na área do Parque existem várias formações rochosas, banhos, cachoeira e diversos pontos de uma beleza exuberante e cercados de mistérios. É dividido em 7 cidades imaginárias cada uma com suas particularidades, veja:

Como Chegar
O que Fazer
Onde Ficar
Dicas
Álbum de Fotos

Pedra dos Canhões. Foto: Marcelo Fuzinato

Primeira Cidade:
Piscina dos Milagres: formada por uma das nascentes do parque; nunca deixou de jorrar, mesmo durante os anos mais difíceis de seca. As suas águas reservam um banho delicioso.
Pedra dos Canhões: parecem troncos de árvores petrificados, mas passam a impressão de que foram moldados em arenito.
Pedra da Gia: atrativo que lembra uma gia, com a boca aberta.

Salão do Pajé: enriquecido por inscrições rupestres. Em cima do salão está o Dragão Chinês.

Outros monumentos: Máquinas de Costura, Pedra da Cobra, Banco da Praça, Pedra da Ema, Serra Negra, Painéis de Inscrições, Arca de Noé..

Segunda Cidade:

Arco do Triunfo: um dos atrativos mais fotografados de Sete Cidades, batizado por ter a forma que lembra o arco francês.

Pedra do Americano: em 1951, quatro americanos armaram barracas e mandaram que moradores cavassem a base de uma rocha, orientados por algumas inscrições em formato de seta, apontam para baixo. Os americanos não disseram o que levaram, mas no local foi encontrado restos de carvão. Dez anos depois, em 1961, os americanos retornaram ao local , mas o antigo IBDF já havia assumido o Parque, proibido qualquer tipo de escavação.

Vista panorâmica: com 82 metros de altura, é o ponto mais alto de sete Cidades. De lá, é possível obter uma visão global de grande parte do Parque, com os blocos rochosos que formam cada uma das cidades.

Biblioteca: atrativo que lembra um local de leitura, com livros e papéis empilhados.

Pé do Gigante: um pé esquerdo marcado na rocha, com o detalhe de seus cincos dedos.

Pedra do Falo: pedra com o formato do órgão sexual masculino.

Outros monumentos: morro das Oliveiras, Pedra do Castelo, Igreja Velha, Soldado Velho, Teatro de Arena...

Terceira Cidade:

Cabeça de Dom Pedro I: também bastante fotografada, pela impressionante aparência do perfil do rosto do imperador do Brasil.

Três Reis Magos: atrativo que impressiona pela semelhança com os Três Reis Magos.

Pedra do Segredo: lembra o órgão sexual feminino.

Pedra do Beijo: duas rochas encostadas rosto a rosto, como se beijassem.

Dedo de Deus: um menir apontando para cima, lembrando o formato de um dedo.

Pedra do Pombo: atrativo que lembra um pombo pousando sobre uma rocha.

Mapa do Brasil: diferentemente do mapa da Quarta cidade, aqui o atrativo se apresenta com as divisões dos estados.

Cabeça do Preto Velho: uma cabeça de perfil, olhando para cima.

Cara do Diabo: atrativo bastante interessante pela perfeição do perfil de uma pessoa olhando para baixo, onde há duas ondulações no alto da testa .Vale apenas notar os olhos, o nariz, a boca e a cabeleira.

Pedra do Gorila: lembra um macaquinho batendo palmas.

Pedra de Nossa Senhora: abaixo da Pedra do Gorila, atrativo que lembra Nossa Senhora na posição clássica de sua imagem, vista de lado.

Passagem do Vento: um pequeno arco que dá acesso à gruta do Estrangeiro.

Janela do Rei: segundo geólogo Reinaldo Coutinho, esse buraco serviu de orientação às civilizações megalíticas, que se utilizavam do sol para acompanhar as estações do ano.

Pedra do Sacrifício: local onde os povos pré-históricos faziam suas orações e seus rituais. Há uma cena no filme " O Guru das Sete Cidades"(cópias extraviadas), dirigindo por José Pinheiro, onde a atriz Rejane Medeiros, nua, foi "queimada" em ritual.

Curral dos Índios: formações circulares, com uma pequena passagem por onde os povos conduziam animais para abate ou aprisionamento.

Gruta do Estrangeiro: considerada a maior caverna de sete cidades.

Cara do Palhaço: atrativo que mostra um sorriso irônico.

Outros monumentos: cavalo Marinho, Pedra da Pirâmide, Pedra do Cachorro e do gato, Tótem do sol...

Quarta Cidade:
Com a proteção da área do Parque a sua fauna poderá recompor-se, já que existem nas redondezas as formações vegetais encontradas no seu interior. As espécies da fauna mais expressivas encontradas na unidade são: veado-mateiro, tatu verdadeiro, onça suçuarana, mocó, jacú, iguana, paca, tamanduá-mirim, cutias e répteis.

Gruta do Catirina: gruta onde morou José Catirina, o curandeiro de sete cidades.

Archete: uma passagem que leva a vários outros atrativos. Observe as pinturas pré- históricas no lado esquerdo do Archete.

Mapas do Brasil e do Ceará: são formados por abertura na rocha. De um lado, o mapa do brasil; de outro, o do ceará. Os mapas mudam na medida em que se atravessa uma pequena abertura. O acesso é feito pelo Archete.

Outros monumentos: Cabeça de Águia, Pedra dos Dois lagartos, Pedra dos Dois Irmão, Leão Deitado.

Quinta Cidade: 

Pedra do camelo: lembra a forma de um camelo dromedário, de apenas uma corcova.

Furna do Índio: contém inscrições que lembram rituais de caça.

Pedra do Rei: lembra um rei de costas, com seu manto e coroa.

Casa do Guarda: atrativo que lembra um guarda de prontidão numa cabana, como se vigiasse a cidade.

Pedra das Inscrições: contém pinturas pré-históricas.

Sexta Cidade:

Pedra da Tartaruga: atrativo que lembra o casco de uma tartaruga.

Pedra do Elefante: lembra um elefante com a tromba em destaque.

Pedra do Cachorro: rocha com o formato do rosto de um cachorro.

Sétima Cidade: reserva Ecológica para preservação da fauna, flora e dos monumentos ricos em inscrições pré-históricas. O acesso somente é permitido com autorização do IBAMA.

Cachoeira: Não faz parte dos conjuntos rochosos, localizando-se próximo à Primeira Cidade. A sua altura é de 16,4 metros na primeira queda e 7,2 metros na Segunda. A escada tem 78 degraus até o lago.

Para conhecer o parque é obrigatório um guia que pode ser contratado na sede do parque.

volta topo